Skip to content

Como usar a Dieta Enteral?

09 abril 2018

No post sobre Dieta Enteral explicamos os tipos e diferenças entre elas.

Aqui, vamos falar sobre como utilizar esse tipo de dieta corretamente, garantindo que o cuidador irá proporcionar ao paciente a utilização do produto sem riscos à sua saúde e sem desperdícios.

 

Validade e Higienização da Dieta Enteral 

Como início dos cuidados, assim como fazemos com os alimentos industrializados comuns, deve-se observar a data de validade.

Para isolar qualquer tipo de risco ao paciente, mesmo se a validade do produto tiver passado em um dia, descarte-o e consuma produtos dentro do prazo.

É importante manter o produto em temperatura ambiente, estocado em local fresco e longe de fontes de calor, para evitar a perda de qualidade e nutrientes.

Após aberta, a fórmula deve ser mantida sob refrigeração. Para utilizar o produto que já foi aberto e está refrigerado, é recomendável que seja retirado com 30 minutos de antecedência ao consumo.

Isso evita cólicas e outras complicações ao paciente.

 

Seguimos para a higienização de todos os objetos a serem utilizados na administração da dieta: frascos plásticos, colheres, etc.

É recomendado que sejam lavados com detergente neutro, enxaguados sob água quente e, por fim, esterilizados com álcool.

Outra parte essencial que deve ser mantida limpa: a sonda, e não apenas na parte interna, que conduz o alimento ao paciente, mas também na parte externa, evitando que as partículas de sujeira do ar se acumulem, trazendo algum risco de infecção ao paciente.

Para isso, utilize uma gaze embebida em solução composta de água e álcool. Após a limpeza, seque a sonda.

 

Administração da Dieta Enteral

Com as mãos limpas, o cuidador deve depositar a fórmula no frasco, na quantidade recomendada pelo profissional de saúde responsável pelo paciente para o dia.

Antes de fazer a conexão do frasco ao equipo, garanta que pinça do rolete esteja fechada, para que o produto não seja desperdiçado.

Antes de conectar o equipo ao paciente, coloque o frasco acima da cabeça do mesmo, no suporte específico para isso, e abra a pinça, garantindo o preenchimento do equipo e a saído completa do ar. Quando o equipo estiver completamente preenchido, feche a pinça.

Conecte o tubo à sonda do paciente e abra a pinça, tomando cuidado para que o gotejamento não esteja muito rápido.

Verifique se a sonda esteja fixa, garantindo que a alimentação esteja sendo feita da forma correta.

Para isso, recomendamos a utilização do HelpFix, que proporciona conforto ao paciente na retirada ou inserção do equipamento, não sendo tão agressivo como um esparadrapo, por exemplo.

Confira o produto aqui

 

Nos intervalos entre as dietas, não se esqueça de efetuar a limpeza da sonda. Geralmente é feita administrando 20ml de água, com pressão, através de uma seringa, para que não reste nenhum resíduo de produto, diminuindo os riscos de contaminação

Consulte o seu médico para garantir a melhor maneira de higienização da sonda e dos demais materiais.

Importante: para a efetividade da dieta e manutenção da nutrição, sempre a administre nos horários corretos, conforme a recomendação do profissional de saúde encarregado.

 

Precisa de mais detalhes e informações sobre Nutrição Enteral? Acesse abaixo o nosso e-book gratuito sobre o assunto.

 

Para verificar todas as opções de suplementos e materiais específicos para a Dieta Enteral, acesse nosso site, e confira nosso catálogo!

Tem alguma dúvida? Deixe nos comentários!

Conte conosco e até breve!


Leia também